Tratamento do colesterol alto

exercicio-fisico-faz-bem Compartilhe:

O principal objetivo do tratamento para baixar o colesterol é diminuir o nível de colesterol LDL o suficiente para reduzir o risco de desenvolver doenças cardíacas ou ter um ataque cardíaco. Quanto maior o risco, menor será o valor alvo de colesterol LDL.1-4

Existem duas maneiras de reduzir o colesterol

1. Mudanças no estilo de vida

recomendada para todas as pessoas com níveis de colesterol LDL alto.1,-3

2. Tratamento com medicamentos

quando necessários são utilizados junto com as mudanças do estilo de vida para ajudar a diminuir o colesterol LDL.1,2,4

Reduzindo o colesterol com mudanças no estilo de vida

Mudanças no estilo de vida são um conjunto de medidas que você pode fazer para ajudar a reduzir o colesterol LDL. As principais são:

Escolhas alimentares saudáveis

  • Limite os alimentos ricos em gordura saturada.1-3 As gorduras saturadas vêm de produtos de origem animal (como laticínios e carnes gordurosas) e alguns tipos de óleos (como óleo de coco e óleo de palma).3
  • Exclua da dieta alimentos ricos em gorduras trans2 encontradas em muitos alimentos processados ou industrializados como biscoitos, massa de pizza, batata frita, pipoca de micro-ondas.3
  • Escolha alimentos com baixo teor sódio (sal) e açúcares adicionados. Esses alimentos incluem embutidos, enlatados, sucos industrializados e refrigerantes.1,3
  • Prefira como cortes de carnes mais magros, peixes, laticínios desnatados, grãos integrais e frutas e vegetais.1,3
  • Coma alimentos naturalmente ricos em fibras como aveia, psyllium e feijões; e ricos em gorduras insaturadas como abacate, óleos vegetais como azeite e oleoginosas como castanhas e nozes.2,3
  • Preferencie produtos alimentares que contêm fitosteróis, como os cremes vegetais, também podem ajudar na redução do colesterol.2
  • Evite bebidas alcoólicas: elas podem aumentar os níveis de colesterol LDL.1,3

Para facilitar suas escolhas alimentares, fique de olho nos rótulos dos alimentos! Procure por alimentos que não tenham gordura trans e, nenhuma ou pouca gordura saturada.

Outras medidas importantes

  • Controle de peso: caso você esteja acima do peso, perder de 5% a 10% do peso pode ajudar a diminuir o colesterol LDL e é especialmente importante para quem também tem alterações em outros lípides, como níveis de triglicerídeos alto ou baixos níveis de colesterol HDL.1,3
  • Atividade física: 150 minutos de exercícios aeróbicos de intensidade moderada por semana são suficientes para reduzir o colesterol. Pode ser uma caminhada rápida, natação, ciclismo ou até mesmo trabalhar no quintal.3 A atividade física pode ajudar a aumentar o colesterol HDL e diminuir o LDL.2
  • Parar de fumar: fumar reduz o colesterol HDL e aumenta o risco de outros fatores de risco para doenças cardíacas, como hipertensão e diabetes. Converse com seu médico e veja as opções terapêuticas que possam te ajudar a parar de fumar.1,3

Tratamento medicamentoso

A decisão de iniciar a terapia medicamentosa para hipercolesterolemia depende do risco cardiovascular e dos valores de colesterol atuais do paciente. Para os pacientes com risco moderado ou baixo, o tratamento medicamentoso só é indicado se as mudanças do estilo de vida falharem em baixar os níveis de colesterol.1,2,4

Mesmo com o tratamento medicamentoso para reduzir o colesterol, é necessário manter um estilo de vida saudável. Isso manterá a dose do medicamento mais baixa possível e diminuirá o risco de outras possíveis complicações.2,4

Na hipercolesterolemia, os medicamentos mais comumente utilizados são as estatinas, que podem ser administradas em associação à ezetimiba, à colestiramina e, eventualmente, aos fibratos ou ao ácido nicotínico.1,2,4

tabela-medicamentos-e-acao-colesterol2a

Nos casos de hipercolesterolemia familiar, uma doença genética que causa níveis muito elevados de colesterol LDL, um novo tipo de medicamento, os inibidores de PCSK9, pode ser considerado para reduzir o colesterol. Esses medicamentos atuam desativando a proteína PCSK9, que permite que o colesterol LDL seja removido do sangue pelos processos normais de depuração do fígado.5

O médico decidirá qual tipo de medicamento é melhor para cada caso. Assim que a meta de colesterol LDL for alcançada, é importante continuar o monitoramento para garantir que permaneça em uma faixa saudável.4

Referências

1. National Heart, Lung and Blood Institute (NIH). Blood Cholesterol. Disponível em: https://www.nhlbi.nih.gov/health-topics/blood-cholesterol#:~:text=Cholesterol%20is%20a%20waxy%2C%20fat,%2C%20sometimes%20called%20%E2%80%9Cbad%E2%80%9D%20cholesterol Acesso em maio de 2021.
2. Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Atualização de Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/abc/v109n2s1/0066-782X-abc-109-02-s1-0001.pdf Acesso em maio de 2021.
3. Centers of Disease Control and prevention (CDC). Preventing High Cholesterol. Disponível em: https://www.cdc.gov/cholesterol/prevention.htm Acesso em maio de 2021.
4. Centers of Disease Control and prevention (CDC). Cholesterol-lowering Medicine. Disponível em: https://www.cdc.gov/cholesterol/treating_cholesterol.htm Acesso em maio de 2021.
5. The FH Foundation. PCSK9 Inhibitors. Disponível em: https://thefhfoundation.org/fh-treatments/pcsk9-inhibitors-for-familial-hypercholesterolemia Acesso em maio de 2021.

Leia também

Tratamento do colesterol alto

Convivendo com a hipercolesterolemia

Colesterol tem cura?