• X

    Com 3 passos
    simples você pode
    encontrar a explicação
    para sua dor

    1

    Faça o teste
    e conheça o ADA

    2

    Avalie seus Sintomas
    e receba o relatório

    3

    Encontre o
    Especialista

  • Exame Para a Suspeita de Espondilite Anquilosante: HLA-B27

    Compartilhe:

    O diganóstico precoce pode fazer uma grande diferença no tratamento da espondilite anquilosante (EA). Por ser uma doença desafiadora, o caminho até o diagnóstico é longo e o exame para detectar o HLA-B27 pode ser solicitado, entenda os motivos neste artigo.

    Os antígenos leucocitários humanos (HLAs) são proteínas que ajudam o sistema de defesa do nosso corpo (sistema imunológico) a diferenciar suas próprias células de substâncias estranhas e prejudiciais que precisam ser combatidas. O HLA-B27 está envolvido no processo da inflamação e defesa do organismo humano.

    Como é feito o exame?

    Quando existe a suspeita de que você tenha uma espondiloartrite, mas os seus sintomas, histórico clínico e exames não são conclusivos, o exame HLA-B27 pode ser solicitado.

    É um exame bem prático! Não há necessidade de jejum, é feito via coleta simples de sangue, geralmente é retirada de uma veia localizada no braço ou na mão, e o resultado é positivo ou negativo. O resultado não muda ao decorrer de sua vida, só precisa refazer se houver suspeita de erro do laboratório.

    Resultado do exame HLA-B27

    “O resultado deu positivo. Significa que tenho EA?”, essa é a primeira possível pergunta que aparece na cabeça.

    O HLA-B27 é uma proteína perfeitamente normal e está presente em 7 a 10% de toda a população, inclusive, em muitas pessoas que não têm EA. Logo, sua presença não significa, necessariamente, uma doença, mas sim um risco maior para o desenvolvimento de condições autoimunes (que é quando o nosso corpo não reconhece células próprias e saudáveis e as ataca, na tentativa de se proteger).

    Ainda assim, o exame pode sim ajudar a diagnosticar a espondilite anquilosante, já que a doença é autoimune, e seu risco aumenta quando o resultado do HLA-B27 é positivo.

    Vale ressaltar que essa associação varia bastante entre diferentes grupos étnicos: enquanto cerca de 95% dos caucasianos com espondilite anquilosante têm o teste positivo para o HLA-B27, este número cai para 50% entre os afrodescendentes.

    Diagnóstico da espondilite anquilosante

    Então, o exame do HLA-B27 isolado não diagnostica a espondilite anquilosante. O objetivo dele é, juntamente com outros exames e a avaliação clínica feita por reumatologista, ajudar a confirmar ou descartar o diagnóstico de espondilite anquilosante.

    Por fim, vale reforçar que existem casos em que o paciente tem o diagnóstico da espondilite anquilosante, mas não apresenta o HLA-B27 no sangue. Por isso existem critérios clínicos, laboratoriais e radiológicos que são fundamentais para confirmar o diagnóstico.


    Referências

    1. MedLine Plus. HLA-B27 antigen. Disponível em https://medlineplus.gov/ency/article/003551.htm Acesso em julho de 2020.
    2. CID Grupo. Espondilite anquilosante: Você já ouviu falar dessa doença? Disponível em http://cidmed.com.br/news-espondilite-anquilosante.php. Acesso em julho de 2020.
    3. Lab Tests Online. Ankylosing Spondylitis. Disponível em: https://labtestsonline.org/conditions/ankylosing-spondylitis. Acesso em julho de 2020.
    4. Spondylitis Association of America. Diagnosis of Ankylosing Spondylitis. Disponível em: https://www.spondylitis.org/Ankylosing-Spondylitis/Diagnosis. Acesso em julho de 2020.