Anemia, fadiga e infecções: sinais de alerta na trombocitopenia imune (PTI)

sinais-de-alerta-da-PTI Compartilhe:

A trombocitopenia imune (PTI) tem um impacto multifatorial que deve ser considerado parte integrante do controle da doença, isso quer dizer que ela pode afetar os pacientes de diferentes maneiras e pode acarretar outros sintomas. Por isso, é importante entender que não é só a doença autoimune que precisa de cuidados, é necessário olhar para a qualidade de vida, alimentação, aspectos psicológicos e emocionais para que os pacientes vivam da melhor forma.1-3

Complicações da PTI para ficar de olho:4

  • Anemia: o sangramento intenso causado pela PTI pode causar anemia, por isso é necessário seguir as orientações médicas bem como uma dieta balanceada e apropriada para suas necessidades individuais. Em pessoas que menstruam o cuidado deve ser redobrado, já que é um período intenso.
  • Fadiga: o cansaço extremo já é um grande conhecido dos pacientes com PTI, mas se suas atividades diárias forem impactadas negativamente isso significa um sinal de alerta para conversar com seu médico e entender o que pode estar acontecendo.
  • Infecções: pacientes com PTI podem ter um risco aumentado para infecções graves, principalmente se já realizou esplenectomia (remoção do baço). Alguns dos sinais de infecções graves são:
    • febre alta e calafrios
    • falta de ar
    • dores pelo corpo
    • dores de cabeça
  • Hemorragias internas: são mais raras, mas podem acontecer no cérebro e no sistema gastrointestinal e necessitam de atendimento imediato.

 

Hoje já existem tratamentos que possibilitam que os pacientes com PTI tenham uma vida normal, sem medo de hemorragias, seguindo naturalmente com o trabalho, estudos, prática de esportes, etc. Os tratamentos para a doença variam de acordo com a contagem de plaquetas, a gravidade dos sintomas, idade e outras doenças associadas. Por isso, é muito importante o diálogo com o médico hematologista para avaliar qual terapia oferece melhor eficácia, tolerabilidade e compatibilidade com o estilo de vida, inclusive em relação à facilidade do uso do medicamento.5


Referências

1. Cooper N, Kruse A, Kruse C, et al. Immune thrombocytopenia (ITP) World Impact Survey (iWISh): Patient and physician perceptions of diagnosis, signs and symptoms, and treatment. Am J Hematol. 2021;96(2):188-198. doi:10.1002/ajh.26045.
2. Cooper N, Kruse A, Kruse C, et al. Immune thrombocytopenia (ITP) World Impact Survey (I-WISh): Impact of ITP on health-related quality of life. Am J Hematol. 2021;96(2):199-207. doi:10.1002/ajh.26036.
3. Mathias SD. I-WISh: A wish list for immune thrombocytopenia quality of life indicators becomes reality. Am J Hematol. 2021;96(2):172-173. doi:10.1002/ajh.26053.
4. Healthline. 7 Complications of Untreated ITP.Disponível em: https://www.healthline.com/health/understanding-itp/complications-of-untreated-itp#6.-A-serious-infection Acesso em agosto de 2021.
5. Platelet Disorder Support Association. About ITP. Disponível em: https://www.pdsa.org/about-itp.html Acesso em agosto de 2021.
6. NIH – National Heart, Lung and blood Institute. How Is Immune Thrombocytopenia Treated? Disponível em: https://www.nhlbi.nih.gov/health/health-topics/topics/itp/treatment Acesso em agosto de 2021.