3-32-curta-a-praia-mesmo-com-psoriase
Share

Em pleno verão, Merritt está indo para a praia para aproveitar não apenas o clima, mas também os efeitos em sua pele

Por Merritt Ward, de Boston*

Não há (quase) nada que eu e meus colegas nascidos aqui em Boston gostamos mais do que os meses preciosos, com dias ensolarados e lindos de verão… É deles que nos lembramos quando estamos na chuva fria, na neve congelante e nos ventos tempestuosos durante os outros oito meses do ano.

Para nós, os dias de verão valem mais do que ouro. Às vezes, chega a ser doloroso estar no escritório em um dia de verão que atinge os 25°C. OK, eu posso estar exagerando, mas você entende o que estou querendo dizer.

Verão significa acordar cedo, encher uma bolsa térmica com lanches e bebidas, pegar sua bicicleta e andar para a praia escolhida do dia, se você tiver a sorte de ter opções.

O verão em Boston, Massachusetts, particularmente onde eu moro, é sinônimo de praia. Praias em todos os lugares fornecem um oásis inigualável. São praias para sair da rotina, desacelerar e viver apenas o momento – o que hoje parece contrastar com a velocidade e as mensagens que são bombardeadas 24 horas por dia, 7 dias por semana. Elas também são, talvez, um dos poucos lugares onde podemos nos reunir com amigos e familiares ou desfrutar da nossa própria companhia.

Eu amo a praia por causa da areia, da água salgada e dos raios solares. Eu sei, eu sei. Todo mundo ama a praia também por esses motivos. Mas, convivendo com a psoríase, esses tesouros simples de verão oferecem um alívio (nem que seja apenas por um dia) da minha pele vermelha que descama e coça. Logo que recebi o diagnóstico da psoríase da minha dermatologista, senti que tinha que ir à praia naquele verão o mais rápido possível! Eu aprendi rapidamente que o sol poderia ajudar as minhas placas a desaparecerem. Mãe Natureza, eu te amo.

Todo verão, vou para o litoral a caminho do mar. Primeiro mergulho os dedos dos pés, depois reúno forças para mergulhar e sou grata por morar perto e, mais importante, sou grata pelos amigos e familiares que também adoram a praia. E, na verdade, se minhas placas desaparecerem por um tempo, é apenas a cereja do bolo. Eu gosto de pensar que elas estão tendo seu próprio dia de praia também…

Controle a sua psoríase com ajuda de especialistas! Se não faz acompanhamento com dermatologista, busque um(a) especialista aqui!

*Merritt Ward é uma das escritoras da nossa comunidade que convive com psoríase. Ela mora em Boston, nos Estados Unidos, onde trabalha como relações públicas e espera que suas histórias pessoais ajudem a animar e empoderar outras pessoas que vivem com a psoríase

** Imagem ilustrativa – não retrata as pessoas citadas ou a autora do texto **


Fonte: Why I Can’t Get Enough of the Beach When Living With Psoriasis. Disponível em: https://www.unhidepsoriasis.com/psoriasis/article/why-i-cant-get-enough-of-the-beach-when-living-with-psoriasis/. Acesso em dezembro de 2020.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *