Share

A psoríase em placas atinge 90% das pessoas com essa doença e é o tipo mais comum. Mas existem outras formas de psoríase que afetam diversas regiões do corpo e/ou se manifestam por meio de sintomas que podem se apresentar de formas distintas.

Sabia que nós temos um teste sobre os sintomas comuns da psoríase? É rapidinho de fazer.

Principais tipos de psoríase

  • Psoríase em placas ou vulgar: a principal característica é aparecimento de placas avermelhadas na pele, cobertas com escamas esbranquiçadas ou prateadas, que podem doer e até sangrar. As lesões podem atingir qualquer área do corpo, embora sejam mais comuns no couro cabeludo, cotovelos e joelhosEm casos mais graves pode atingir a palma da mão, planta do pé e até mesmo o rosto. É a forma mais comum de psoríase e representa 85-90% de todos os casos.
  • Psoríase artropática (artrite psoriásica ou artrite psoriática): tipo de psoríase na qual, além da pele, as articulações também são afetadas. Esse tipo atinge de 10-40% dos pacientes com psoríase e pode causar muita dor e limita os movimentos, caso não tratada adequadamente.
  • Psoríase invertida: ela atinge regiões úmidas da pele, como axilas, virilha e a região abaixo da mama. Produz lesões avermelhadas, porém sem escamas. Os sintomas podem piorar com o suor e atrito da pele.
  • Psoríase gutata (ou psoríase em gota): consiste em pequenas e numerosas lesões em forma de gotas, predominantemente no tronco, braços, pernas e couro cabeludo. A psoríase em gota é geralmente desencadeada por infecções bacterianas.
  • Psoríase pustulosacaracterizada pelo aparecimento de vesículas ou bolhas de pus não infeccioso, poucas horas depois da pele ficar vermelha. É um tipo raro que pode causar febre, calafrios, coceira intensa e fadiga.
  • Psoríase eritrodérmicaé o tipo menos comum da psoríase, apresenta uma vermelhidão generalizada. Os sintomas podem ser desencadeados em pacientes com psoríase, devido a agressões à pele, como queimaduras, pela interrupção abrupta do uso de medicamentos (como corticoides), infecções ou pela falta de controle de outro tipo de psoríase.
  • Psoríase ungueal: é a psoríase que pode atingir as unhas das mãos e pés. As unhas podem descolar se soltar ou esfarelar.

Saúde mental

Apsoríasecostuma afetar a qualidade de vida, indo muito além de um problema de pele, ao gerar impactos funcionais e psicossociais, por exemplo. Até mesmo pessoas que manifestam sinais e sintomasmoderados da doença relatam que a psoríase impacta em suas atividades diárias.

É importante lembrar! Somente com o diagnóstico é possível ter certeza do tipo de psoríase e começar o tratamento adequado para diminuir os impactos na pele e na rotina. Agende uma consulta com dermatologista. 


Referências

1. EMEA – CHMP. Guideline on Clinical Investigation of Medicinal Products Indicated for the Treatment of Psoriasis. Disponível em: http://www.ema.europa.eu/docs/en_GB/document_library/Scientific_guideline/2009/09/WC500003329.pdf. Acesso em junho de 2020.
2. SBD. Consenso Brasileiro de Psoríase e Guias de Tratamento. Disponível em: http://www.ufrgs.br/textecc/traducao/dermatologia/files/outros/Consenso_Psoriase_2012.pdf. Acesso em junho de 2020.
3. SBD. Psoríase. Disponível em:  http://www.sbd.org.br/doencas/psoriase. Acesso em junho de 2020.
4. International Federation of Psoriasis Associations (IFPA) World Psoriasis Day website. “About Psoriasis.” Disponível em:  http://www.worldpsoriasisday.com/web/page.aspx?refid=114. Acesso em junho de 2020.
5. Stern RS et al. Psoriasis Is Common, Carries a Substantial Burden Even When Not Extensive, and Is Associated with Widespread Treatment Dissatisfaction. J Investig Dermatol Symp Proc 2004; 9(2):136-9.



Share








































Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *