3-12-psoriase-nao-e-so-uma-lesao-na-pele

Do trabalho aos relacionamentos, viver com a psoríase pode afetar a vida de várias maneiras

“Ah, não é nada. É só passar um creminho que fica tudo bem.”

“Parece que a pele está seca. Eu acho que você está bem.”

Quantas vezes as pessoas disseram isso sobre a sua doença? Se foi mais de uma vez, você já ouviu demais. Amigos e conhecidos às vezes tentam minimizar a psoríase dizendo que “é apenas uma condição da pele”, enquanto quem vive com a doença sabe que a psoríase vai muito além do que se pode ver. Então, levanta a mão se você se sente desconfortável toda vez que alguém tenta minimizar sua condição…

Por que a psoríase não é só “uma pele que descama”

Se você tem psoríase, você já deve conhecer bem os sintomas físicos da doença, como:

  • Coceira e queimação na pele
  • Dor e até sangramento nas rachaduras que aparecem na pele
  • Pele com manchas vermelhas, coberta de escamas ou placas

Mas você também sabe que a psoríase é muito mais que isso. E são os outros aspectos da psoríase que podem até ser mais difíceis de lidar. Por exemplo, as comorbidades, também conhecidas como doenças ou condições que ocorrem simultaneamente a psoríase. As comorbidades mais comuns da psoríase incluem:1,2,3

  • Depressão
  • Diabetes
  • Artrite psoriásica
  • Doença cardíaca

Falando nisso, fique atento! Embora as comorbidades possam assustar quem vive com psoríase, é importante saber que a ligação entre as doenças é complexa. Então, o mais importante é que você não hesite em falar com seu médico sobre quaisquer dúvidas ou preocupações que possa ter sobre a psoríase e suas comorbidades.

A psoríase pode também prejudicar a sua qualidade de vida. O impacto da psoríase no trabalho, nos relacionamentos e até mesmo nas atividades diárias é um tema recorrente aqui no site. Estudos mostraram que 79% das pessoas que vivem com psoríase relataram que a doença trouxe um impacto negativo em suas vidas.4

A psoríase afeta sua qualidade de vida? Se você está curioso, considere fazer um teste chamado DLQIÍndice de Qualidade de Vida em Dermatologia.5 O relatório de 2016 da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a psoríase também descreve, em detalhes, o impacto da doença na qualidade de vida e na saúde mental de quem convive com a psoríase, em um esforço para melhorar a conscientização global.

Então, o que dizer?

A questão permanece: como você explica a psoríase quando as pessoas minimizam a doença? É uma pergunta desafiadora, e a resposta de cada um será diferente.

O que você pode fazer daqui para frente?

Algumas pessoas têm uma caminhada difícil até alcançar o controle da psoríase. Seja persistente. Continue conversando com seu dermatologista – e se você ainda não faz acompanhamento com um especialista, busque um dermatologista aqui. Esteja preparado. Pergunte mais e procure sempre o melhor tratamento. Continue a educar as pessoas ao seu redor, e se eles não te escutarem e disserem que a psoríase é “só uma lesão na pele”, você respira fundo, e explica.


Referências

1. Farley E et al. Psoriasis: comorbidities and associations. G Ital Dermatol Venereol 2011; 146(1):9-15.
2. Abuabara K et al. Cause-specific mortality in patients with severe psoriasis: a population-based cohort study in the U.K. Br J Dermatol 2010; 163(3):586-92.
3. Gelfand JM et al. The risk of mortality in patients with psoriasis: results from a population-based study. Arch Dermatol 2007;143(12):1493-9.
4. Krueger G et al. The impact of psoriasis on quality of life: results of a 1998 National Psoriasis Foundation patient-membership survey. Arch Dermatol 2001;137(3):280-284.
5. Finlay AY, Khan GK. Dermatology Life Quality Index (DLQI): a simple practical measure for routine clinical use. Clin Exp Dermatol 1994; 19:210-216.

Fonte: Ask Alia. No, Psoriasis Is Not “Just A Rash”. Disponível em: https://www.ask-alia.com/no-psoriasis-not-just-rash. Acesso em agosto de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *