3-13-comer-saudavel-para-pele-sem-psoriase

O que você come afeta sua pele? Investigamos o que mostram as pesquisas

Todos nós já passamos por isso! Exageramos no hambúrguer, pizza e outras comidas favoritas e no dia seguinte já sentimos os efeitos – e não só nas medidas. Já percebeu que sua pele também sente? Fomos investigar: será que o que você come realmente afeta sua pele?

Quando pensamos em doenças que afetam a pele, como a psoríase, é provável que uma noite de exageros não traga consequências mais graves. Mas quando pensamos nos hábitos alimentares a longo prazo, será que comer mais ou menos determinados tipos de alimentos pode afetar a gravidade dessas doenças?

Vamos começar com o que evitar!

Pseudo-alérgenos

Estas substâncias podem ser encontradas em aditivos alimentares, como conservantes ou corantes artificiais. Eles também podem vir na forma de substâncias naturais em frutas, legumes e especiarias. Como as evidências cientificas ainda são limitadas, é importante que você converse com seu médico caso você queira saber mais.

Glúten

Dieta sem glúten para aliviar a psoríase é um assunto que aparece frequentemente na internet e, de fato, alguns estudos mostraram que existe uma associação entre a psoríase e a doença celíaca (uma doença autoimune na qual o intestino delgado é hipersensível ao glúten).1 Portanto, não é surpreendente que algumas pessoas considerem que uma dieta sem glúten seja benéfica para quem vive com psoríase.2,3

Alimentos Indutores de Inflamação

Embora mais pesquisas sejam necessárias, parece lógico que evitar alimentos que aumentam a inflamação possa melhorar os sintomas da psoríase, uma vez que é uma doença inflamatória. Entre os alimentos que podem ser considerados inflamatórios estão a carne vermelha, produtos lácteos, açúcares refinados e alimentos processados em geral.4,5

Ok, mas o que posso comer?

Chega de falar sobre o que não comer! Vamos falar sobre as coisas que você deve comer, ou seja, alimentos que poderiam ajudar a controlar a sua doença de pele.

Vitamina D

Um estudo descobriu que a deficiência de vitamina D é comum em pessoas com psoríase.6 Outro estudo relatou que uma terapia com altas doses de vitamina D melhorou os resultados do PASI (Índice da Gravidade da Psoríase por Área).7 Embora a maior parte da nossa vitamina D seja proveniente do sol, também há alguns alimentos considerados fontes, incluindo peixes gordurosos e ovos.8

Ômega-3

Os ácidos graxos omega-3 são conhecidos pelos seus efeitos anti-inflamatórios e imunomoduladores. Um estudo pequeno de 2011 mostrou que a suplementação de ácidos graxos ômega-3 melhorou o resultado do tratamento convencional de pessoas com psoríase.9 Diferentes tipos de peixe, como salmão, arenque e cavala, são ótimas fontes desse nutriente. Caso você não coma peixes, você pode obter sua porção de ômega-3 em óleos de semente de linhaça, sementes de abóbora ou nozes.10

Antioxidantes

Algumas pesquisas sugerem que os antioxidantes podem ser úteis para prevenir o desequilíbrio fisiológico relacionado à psoríase.11,12 Um dos antioxidantes mais conhecidos é a vitamina C, que é abundante em pimentões (eles contêm mais vitamina C do que as laranjas!). A vitamina E, encontrada em amêndoas ou espinafre, também pode ser uma boa fonte, assim como o betacaroteno, encontrado nas cenouras.13

Ficou confuso?

Se você prestou atenção ao ler o texto acima, você deve ter notado que alguns dos alimentos aparecem tanto na seção “coma isso”, quando na seção “não coma isso”… Que confusão, né? O salmão, por exemplo, pode ser benéfico para os níveis de vitamina D, no entanto, se for defumado, não deve ser consumido.

Alimentos naturais podem confundir ainda mais, já que geralmente são uma combinação complexa de carboidratos, gorduras, proteínas, diferentes nutrientes e muito mais. Sendo assim, eles podem exercer diferentes funções no corpo humano e não podem ser colocados em apenas uma categoria de ‘bom’ ou ‘ruim’.

Então, se você acha que sua pele pode se beneficiar de uma determinada dieta, é importante conversar com seu médico antes de cortar ou adicionar algo no seu cardápio, afinal, ele pode te ajudar a saber o que é melhor para você. Se você ainda não faz acompanhamento com um especialista, o primeiro passo pode ser encontrar um dermatologista aqui!

Além disso, ao tentar uma dieta específica, seja comer mais ou menos de alguma coisa, um diário alimentar pode ser uma ótima ferramenta! Registre o que você comeu e como se sentiu para poder avaliar melhor o que está funcionando para você a longo prazo.

Alguém aí ficou com fome?


Referências

1. Bhatia BK, Millsop JW, Debbaneh M, Koo J, Linos E, Liao W. Diet and psoriasis, part II: celiac disease and role of a gluten-free diet. J Am Acad Dermatol. 2014; 71(2):350-8.
2. National Psoriasis Foundation. Do gluten-free diets improve psoriasis? Disponível em: https://www.psoriasis.org/advance/do-gluten-free-diets-improve-psoriasis Acesso em setembro de 2019.
3. Can a gluten-free diet help with psoriasis? Disponível em: https://www.medicalnewstoday.com/articles/316890.php Acesso em setembro de 2019.
4. Harvard Health Publishing. Foods that fight inflammation. Disponível em: https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/foods-that-fight-inflammation Acesso em setembro de 2019.
5. WebMD. Anti-Inflammatory Diet: Road to Good Health? Disponível em: https://www.webmd.com/diet/anti-inflammatory-diet-road-to-good-health#2 Acesso em setembro de 2019.
6. Gisondi P, Rossini M, Di Cesare A, Idolazzi L, Farina S, Beltrami G, Peris K, Girolomoni G. Vitamin D status in patients with chronic plaque psoriasis. Br J Dermatol 2012; 166(3):505-10.
7. Finamor DC, Sinigaglia-Coimbra R, Neves LC, Gutierrez M, Silva JJ, Torres LD, Surano F, Neto DJ, Novo NF, Juliano Y, Lopes AC, Coimbra CG. A pilot study assessing the effect of prolonged administration of high daily doses of vitamin D on the clinical course of vitiligo and psoriasis. Dermatoendocrinol 2013; 5(1):222-34.
8. NHS UK. Vitamins and minerals – Vitamin D. Disponível em: http://www.nhs.uk/Conditions/vitamins-minerals/Pages/Vitamin-D.aspx Acesso em julho de 2019.
9. Márquez Balbás G, Sánchez Regaña M, and Umbert Millet P. Study on the use of omega-3 fatty acids as a therapeutic supplement in treatment of psoriasis. Clin Cosmet Investig Dermatol 2011; 4: 73–77.
10. WebMD. Your Omega-3 Family Shopping List. Disponível em: https://www.webmd.com/diet/guide/your-omega-3-family-shopping-list#1 Acesso em julho de 2019.
11. Wagener, F. A., Carels, C. E., & Lundvig, D. M. (2013). Targeting the redox balance in inflammatory skin conditions. International Journal of Molecular Sciences, 14(5), 9126–9167.
12. Medical News Today. What vitamins are best for psoriasis? Disponível em: https://www.medicalnewstoday.com/articles/314642.php Acesso em setembro de 2019.
13. Better Health. Antioxidants. Disponível em: https://www.betterhealth.vic.gov.au/health/healthyliving/antioxidants Acesso em julho de 2019.

Fonte: Ask Alia. Can Clean Eating Lead to Clearer Skin? Disponível em: https://www.ask-alia.com/can-clean-eating-lead-clearer-skin. Acesso em agosto de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *