Share

Um dos mais característicos sintomas da espondilite anquilosante, somado à dor na região baixa das costas e nádegas, é o enrijecimento após o repouso e a rigidez matinal.1

Comumente, o repouso está associado à melhora nos quadros de saúde.2 Entretanto, no caso da espondilite anquilosante, o repouso ou mesmo o sono noturno acabam agravando o quadro de dor dos pacientes, que tende a melhorar com a movimentação das tarefas diárias ou após exercícios.1

Portanto, se você apresenta esses sintomas, é importante relatar durante a conversa com seu médico, pois pode ajudá-lo na confirmação ou exclusão do diagnóstico da espondilite anquilosante.

Por que isso ocorre na espondilite anquilosante?

As ênteses são as regiões do corpo onde há ligação dos músculos com os ossos, como nos cotovelos, joelhos e nos pés. Nas pessoas com espondilite anquilosante essas regiões tornam-se frequentemente inflamadas (entesites), e os períodos de repouso acabam piorando a inflamação nessas regiões e, consequentemente, levam ao aumento da dor.1-2


Referências

1. Sociedade Brasileira de Reumatologia. Espondiloartropatias soronegativas. Disponível em http://reumatologia.com.br/www/2016/02/01/espondiloartropatias-soronegativas/. Último acesso em março de 2015.
2. Blog Artrite Reumatoide. Reumatismos de Partes Moles. Disponível em: http://www.artritereumatoide.blog.br/tag/o-que-sao-as-entesites/. Último acesso em março de 2015.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.