x

05/04/2017

Tratamento da oclusão venosa da retina (OVR)

Tratamento da oclusão venosa da retina (OVR)

05/04/2017

Tratamento da oclusão venosa da retina (OVR)

Após avaliar o paciente e os resultados dos testes diagnósticos, o oftalmologista pode recomendar um período de observação ou iniciar de forma imediata o tratamento da oclusão venosa da retina (OVR). Descobrir o que causou o bloqueio é o primeiro passo no tratamento da OVR. Além disso, é importante gerenciar os fatores de risco como diabetes, pressão alta, níveis elevados de colesterol e problemas de coagulação.1 Saiba mais em prevenção da OVR.

Dependendo da gravidade da OVR, pode ser necessário o início do tratamento para evitar que outro bloqueio se forme ou outras graves complicações da OVR aparecam.1

A boa notícia é que hoje já existem tratamentos capazes de barrar a progressão da OVR e, em alguns casos, até recuperar parte da visão perdida.2

Os tratamentos da oclusão venosa da retina (OVR) podem incluir:

  • Cirurgias a laser: este tratamento pode ser utilizado quando há edema macular ou para prevenir o glaucoma.1 O objetivo principal do tratamento é estabilizar a visão através da vedação de vasos sanguíneos que vazam e interferem com o funcionamento adequado da mácula ou prevenir o crescimento de novos vasos sanguíneos anormais que levam ao glaucoma.1,3
  • Injeções de fármacos anti fator de crescimento endotelial vascular (anti-VEGF): estes medicamentos bloqueiam o crescimento de novos vasos sanguíneos que podem causar glaucoma ou o edema macular.1,3 O tratamento do edema macular relacionado a OVR com esse medicamento é capaz de barrar a progressão da OVR e, em alguns casos, até recuperar parte da visão perdida.4,5 Mas lembre-se: somente tratamentos especificamente desenvolvidos para o tratamento de doenças oftalmológicas, como a oclusão venosa da retina (OVR) são capazes de oferecer eficácia somada aos mais altos índices de segurança, evitando infecções oculares, além de outras consequências graves.6
  • Implantes anti-inflamatórios: corticosteroides, que reduzem a inflamação, podem ser administrados através de um implante de liberação prolongada. 1,5

A OVR pode ocorrer em quase todas as idades e é uma das causas mais comuns de perda de visão no mundo.7 Por isso, é importante consultar um especialista para o diagnóstico e tratamento corretos.


Referências

1. American Academy of Ophthalmology. Central retinal vein occlusion (CRVO) treatment. Disponível em: https://www.aao.org/eye-health/diseases/central-retinal-vein-occlusion-treatment Acesso em fevereiro de 2017.
2. Cnib. Retinal vein occlusion. Disponível em: http://www.cnib.ca/en/your-eyes/eye-conditions/RVO/Pages/default.aspx Acesso em fevereiro de 2017.
3. NIH – MedlinePlus. Retinal vein occlusion. Disponível em: https://medlineplus.gov/ency/article/007330.htm Acesso em janeiro de 2017.
4. Pubmed Health. Anti‐vascular endothelial growth factor for macular oedema secondary to central retinal vein occlusion. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmedhealth/PMH0014408/ Acesso em fevereiro de 2017.
5. Review of Ophthalmology. Combination Therapy emerges for RVO. Disponível em: http://www.retina-specialist.com/article/combination-therapy-emerges-for-rvo Acesso em fevereiro de 2017.
6. ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/medicamentos Acesso em março de 2017.
7. Patient. Retinal vein occlusions. Disponível em: http://patient.info/doctor/retinal-vein-occlusions Acesso em fevereiro de 2017.