Antes de começar a ler esse post precisamos te contar uma coisa FUN-DA-MEN-TAL: as taxas de sobrevida dos estudos clínicos não podem dizer por quanto tempo você vai viver… Mas essas estatísticas podem sim te ajudar a ter uma melhor compreensão sobre as suas perspectivas, ok?

Com isso em mente, vamos lá!

As taxas de sobrevida são frequentemente usadas pelos médicos como uma maneira de discutir a perspectiva de uma pessoa, o chamado “prognóstico”. Mas muitos fatores afetam o tempo de vida de uma mulher com câncer de mama avançado, como idade e quadro geral de saúde, a presença de receptores hormonais nas células cancerosas, tratamentos recebidos e como o seu câncer responde a esses tratamentos

Então, o melhor jeito para começar a trazer essas perspectivas gerais para o seu caso é conversando com seu médico. Ele pode te dizer como todas essas variáveis e números se aplicam a você, já que ele está familiarizado com sua situação particular.1

 

Boa notícia: mulheres com CMA estão vivendo cada vez mais e melhor

Um estudo publicado em maio de 2017 revelou que a sobrevida de mulheres inicialmente diagnosticadas com câncer de mama metastático tem aumentado, especialmente entre mulheres diagnosticadas em idades mais jovens. Os pesquisadores estimaram que, entre 1992-1994 e 2005-2012, a sobrevida relativa de cinco anos entre as mulheres inicialmente diagnosticadas com câncer de mama metastático entre 15 e 49 anos dobrou de 18% para 36%. Os pesquisadores também relataram que mais de 11% das mulheres diagnosticadas entre 2000-2004 com menos de 64 anos sobreviveram 10 anos ou mais.2

Mais importante do que se apegar a esses números, é compreender que esses estudos foram feitos com mulheres diagnosticadas antes de estarem disponíveis alguns tratamentos mais modernos para o câncer de mama metastático, como as terapias-alvo. Ou seja, à medida que os tratamentos estão melhorando, as mulheres que agora estão sendo diagnosticadas com câncer de mama podem ter uma perspectiva significativamente melhor do que a mostrada nessas estatísticas!1,3

Então, então, então…

Já conhece o canal SuperVivente no Youtube? Veja o que a Jussara, diagnosticada com câncer de mama avançado há oito anos (isso mesmo O-I-T-O anos), tem a dizer sobre a expectativa de vida das mulheres com CMA…





Você é única, e seu câncer de mama avançado também

Sabemos que diagnóstico do câncer de mama metastático significa que você terá que passar por um tratamento para a doença, que pode durar muito tempo ou para o resto de sua vida. No entanto, devido aos avanços recentes e tratamentos mais modernos, como as terapias-alvo e tratamentos biológicos, muitas mulheres com câncer de mama metastático podem viver por muitos anos, e viver bem.4,5

Procure apoio e informações que te ajudem a viver sua vida plenamente e da melhor forma possível. Se mantenha informada sobre seu tipo de câncer de mama metastático e sobre os tipos de tratamento que existem. Conte com o apoio de familiares, amigos, vizinhos, na sua religião, terapeutas, médicos, grupos de apoio e canais confiáveis na internet.4

 

“Um dia morreremos. Mas em todos os outros dias estaremos vivos.”

Per Olov Enquist, escritor sueco


Referências

1. American Cancer Society. Breast cancer survival rates. Disponível em: https://www.cancer.org/cancer/breast-cancer/understanding-a-breast-cancer-diagnosis/breast-cancer-survival-rates.html. Acesso em julho de 2017.
2. Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention. Estimation of the number of women living with metastatic breast cancer in the United States. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28522448. Acesso em julho de 2017.
3. Femana. Câncer de mama metastático. Disponível em: http://www.batalhadoras.org.br/artigo/103/cancer-de-mama-metastatico#.WWZM1ITyupo. Acesso em julho de 2017.
4. Centro de auxilio as pessoas com câncer. Perguntas e respostas sobre câncer de mama avançado. Disponível em: http://capc.org.br/perguntas-e-respostas-sobre-cancer-de-mama-avancado/. Acesso em julho de 2017.
5. Instituto Oncoguia. Terapia hormonal para câncer de mama avançado. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/terapia-hormonal-para-cancer-de-mama-avancado/6248/811/. Acesso em janeiro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *