3-6-como-gerenciar-o-estresse

Viver com câncer de mama avançado pode ser uma experiência estressante para muitas mulheres. O estresse é uma resposta natural a sensação de estar sobrecarregada.

Você pode se preocupar sobre como o câncer de mama metastático está mudando sua vida cotidiana ou seus planos para o futuro. Você também pode estar preocupada em saber se o seu tratamento está funcionando ou com os resultados de seus próximos exames.

Esses pensamentos podem ser exaustivos, especialmente quando somados as responsabilidades diárias e preocupações com o trabalho, a família e as finanças.

Reconhecendo o estresse

O estresse afeta você emocionalmente e fisicamente. Se notar os sinais, saiba que você pode se planejar para administrá-lo melhor.

Saiba identificar o que te estressa

O estresse é uma resposta ao que está acontecendo dentro de você e ao seu redor. Estressores são pensamentos, eventos ou situações que causam estresse.1 Muitas mulheres com câncer de mama metastático apresentam estressores relacionados ao câncer e a seu tratamento.

  • Você pode estar estressada sobre como o câncer e seus tratamentos afetam sua capacidade de trabalhar ou cuidar da sua família.
  • Você pode estar estressada sobre como o câncer e seus tratamentos podem afetar você e sua família financeiramente.
  • Você pode estar estressada sobre as incertezas que acompanham o diagnóstico do câncer de mama metastático.

Você também pode ter outros estressores que não estão diretamente relacionados ao câncer, mas que podem piorar por conta da doença. Entre eles:

  • Grandes mudanças na vida, como um casamento recente ou uma casa nova.
  • Fatores ambientais, como ruídos altos e repentinos, como um bebê chorando ou um cachorro latindo.
  • Eventos imprevisíveis, como visitas indesejadas ou saber que se seu aluguel subiu.
  • Problemas no local de trabalho, como um prazo urgente ou um chefe exigente.
  • Família ou questões sociais, como ter um desentendimento com seu parceiro ou com um amigo.

Identificar o que está causando o estresse é o primeiro passo para administrá-lo.

Você pode reduzir alguns estresses em sua vida

Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para reduzir o estresse em sua vida.2

  • Defina limites
    • Diga “não” quando as pessoas te pedirem para fazer algo que você não tem tempo ou energia para finalizar.
    • Seja direto, mas gentil, e saiba que você não precisa compartilhar as razões pelas quais está dizendo não.
    • Por exemplo, você pode dizer algo como:
      • “Obrigada por me convidar, mas não poderei participar.”
      • “Sinto muito, mas não posso ajudá-lo com isso hoje.”
  • Priorize suas tarefas
    • Faça uma lista das coisas que você tem que fazer em ordem de importância. Concentre-se em tarefas e atividades no topo da sua lista.
  • Evite muitos compromissos
    • Ao agendar atividades e compromissos, tenha tempo para acabar um, antes de começar o próximo.
    • Tente não programar muitos eventos para o mesmo dia ou semana.
  • Divida grandes tarefas em etapas menores.
    • Encarar um passo de cada vez pode fazer com que tarefas que parecem esmagadores tornem-se mais fáceis de lidar.
  • Peça ajuda
    • Planeje com antecedência o que você precisa fazer, como compras ou pegar um filho na escola, e aprenda a pedir e aceitar ajuda de amigos e familiares.


Referências

1. Mayo Clinic. Stress Management: Know your Triggers. Disponível em: https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/stress-management/in-depth/stress-management/art-20044151 Acessado em 7 de julho de 2018.
2. American Society of Clinical Oncology. Managing Stress. Disponível em: https://www.cancer.net/coping-with-cancer/managing-emotions/managing-stress Acessado em 18 de julho de 2018.
3. National Cancer Institute. Learning to Relax. Disponível em: https://www.cancer.gov/about-cancer/coping/feelings/relaxation Acessado em 18 de maio de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *