Assuma o controle na urticária crônica espontânea: conheça os questionários UAS7 e DLQI

08/09/2016

Assuma o controle na urticária crônica espontânea: conheça os questionários UAS7 e DLQI

Lesões avermelhadas na pele, coceira e inchaço, que duram seis semanas seguidas ou mais sem qualquer fator externo desencadeante, são indícios de um tipo específico de urticária, chamado de urticária crônica espontânea (UCE). Hoje as pessoas com urticária crônica espontânea também possuem alternativas eficazes para viver com qualidade de vida, com o controle completo dos sintomas da doença.1-8

Um passo importante para o tratamento da urticária crônica espontânea é o monitoramento da doença, considerando a gravidade dos sintomas e também seu impacto na qualidade de vida dos pacientes. Para padronizar essas métricas, existem questionários reconhecidos e utilizados internacionalmente: o UAS7 e o DLQI.9-12

UAS7
O Questionário de Atividade da Urticária (UAS – Urticaria Activity Score) avalia a gravidade e o controle dos principais sintomas da urticária: (1) número de urticas (lesões avermelhadas) e (2) intensidade da coceira.9,10

Para responder ao questionário, os pacientes devem preenchê-lo todos os dias por 7 dias consecutivos. O ideal é preencher sempre no mesmo horário, e considerar a quantidade de urticas e intensidade da coceira das últimas 24 horas. A pontuação diária do UAS pode variar de 0 a 6 por dia. A soma da pontuação dos sete dias consecutivos é o índice UAS7, que pode variar de zero a 42.9,10

Quanto maior o índice, mais grave a urticária.9,10

DLQI
O Índice de Qualidade de Vida em Dermatologia (DLQI) é uma métrica usada amplamente na dermatologia, para avaliar a qualidade de vida de pessoas com doenças de pele, como a urticária crônica espontânea.11,12

O DLQI é composto por 10 perguntas simples que avaliam os impactos da doença de pele na vida do paciente ao longo de uma semana, considerando os seguintes aspectos:11,12

• sintomas e sentimentos;
• atividades diárias;
• lazer;
• trabalho e escola;
• relações pessoais;
• tratamento.

A soma das respostas gera um resultado, sendo zero o melhor índice, quando não há impacto na qualidade de vida, e 30 o pior, quando o impacto é altíssimo.12

ATENÇÃO!
Tanto o questionário UAS7 quanto o DLQI devem ser respondidos e discutidos como ferramenta de monitorização e apoio ao tratamento junto ao médico responsável! Essas ferramentas não substituem o diagnóstico clínico dos especialistas (dermatologistas e alergistas).


Referências
1.Maurer M et al. Unmet clinical needs in chronic spontaneous urticaria. A GA²LEN task force report. Allergy 2011Mar;66(3):317–330.
2.Criado PR et al. Urticária. An Bras Dermatol. 2005;80(6)613-30.
3.O’Donnell BF et al. The impact of chronic urticaria on the quality of life. Br J Dermatol 1997 Feb;136(2):197–201.
4.Kang MJ et al. The Impact of Chronic Idiopathic Urticaria on Quality of Life in Korean Patients. Ann Dermatol 2009 Aug;21(3):226–9.
5.Barbosa F et al. Chronic idiopathic urticaria and anxiety symptoms. J Health Psychol 2011 Oct;16(7):1038–47.
6.Engin B et al. The levels of depression, anxiety and quality of life in patients with chronic idiopathic urticaria. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2008 Jan;22(1):36-40.
7.Staubach P et al. High prevalence of mental disorders and emotional distress in patients with chronic spontaneous urticaria. Acta Derm Venereol. 2011 Sep;91(5):557-61.
8.Kulthanan K et al. Chronic idiopathic urticaria: prevalence and clinical course. J Dermatol. 2007 May;34(5):294–301.
9.Zuberbier T et al. EAACI/GA(2)LEN/EDF/WAO guideline: definition, classification and diagnosis of urticaria. Allergy. 2009 Oct;64(10):1417-26.
10.Mathias SD et al. Evaluating the minimally important difference of the urticaria activity score and other measures of disease activity in patients with chronic idiopathic urticaria. Ann Allergy Asthma Immunol. 2012 Jan;108(1):20-4.
11.Finlay AY, Khan GK. Dermatology Life Quality Index (DLQI): a simple practical measure for routine clinical use. Clin Exp Dermatol 1994 May; 19(3):210-216.
12.British Association of Dermatology (BAD). DERMATOLOGY LIFE QUALITY INDEX (DLQI). Disponível em: http://www.bad.org.uk/shared/get-file.ashx?itemtype=document&id=1653 Acesso em agosto de 2016.

Veja mais em: Tratamento

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados