Vivendo bem com glaucoma

Vivendo bem com glaucoma

15/05/2017

Se não diagnosticado e tratado adequadamente, o glaucoma leva à perda gradual e permanente da visão. Uma vez diagnosticado, os pacientes necessitam de tratamento e monitoramento da sua visão ao longo de toda sua vida para interromper ou reduzir a progressão da doença.1,2 Se você foi diagnosticado com glaucoma, veja a seguir o que deve fazer para conviver bem com a doença!

  • Consultar o seu oftalmologista regularmente é primordial! A maioria das formas de glaucoma não tem quaisquer sintomas até estágios avançados, então você geralmente não será capaz de saber se o glaucoma está progredindo (conheça os sintomas). O seu médico verificará não apenas a pressão intraocular, mas também utilizará outros testes especializados para monitorizar o glaucoma (ver diagnóstico). Check ups regulares com o seu oftalmologista são a chave para a manutenção da sua saúde ocular.2-4
  • Adesão ao tratamento: use os colírios corretamente! Se você estiver utilizando colírios para controlar a pressão intraocular, é importante usá-los de acordo com as instruções do seu médico (ver uso correto dos colírios). Muitas pessoas não usam os colírios conforme as instruções, o que pode levar à falta de controle do glaucoma e a um maior risco de cegueira irreversível. Siga o plano de tratamento e informe o seu médico sobre suas condições médicas (se você tem alguma outra doença sistêmica) e/ou uso de outros medicamentos, bem como sobre dúvidas no uso de colírios. Os colírios para os olhos são medicamentos e podem interagir com outros tratamentos.2,5-6
  • Assuma o controle do seu glaucoma! Certifique-se de compreender que tipo de glaucoma você tem (ver tipos de glaucoma). Informe-se sobre a doença e comunique seus familiares. Além do suporte durante a convivência com a doença, familiares apresentam maior risco de ter glaucoma (ver mais em quem está sob risco) e também devem consultar um oftalmologista com frequência.2,3
  • Tenha um estilo de vida saudável. Faça exercícios físicos regularmente, consuma alimentos saudáveis, evite ingerir bebidas alcoólicas e tabaco e reduza o estresse do dia-a-dia. Sua saúde geral é tão importante quanto cuidar de seus olhos (ver mais em dicas para conviver com o glaucoma e dicas para o dia-a-dia). Fazer escolhas saudáveis, consultar um oftalmologista regularmente e seguir o tratamento recomendado corretamente irá ajudá-lo a continuar a viver a sua vida plenamente.2,6

Referências

1. BMC Ophthalmology. Living with glaucoma: a qualitative study of functional implications and patients’ coping behaviours. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4596492/ Acesso em novembro de 2016.
2. Glaucoma Research Foundation. Managing your glaucoma. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/managing-your-glaucoma-a-long-and-winding-road.php Acesso em novembro de 2016.
3. Glaucoma Research Foundation. Living with glaucoma. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/questions-and-answers-living-with-glaucoma.php Acesso em novembro de 2016.
4. Sociedade Brasileira de Glaucoma. III Consenso Brasileiro de Glaucoma Primário de ângulo aberto – 2009. Disponível em: http://www.sbglaucoma.com.br/consenso/ Acesso em novembro de 2016.
5. Glaucoma Research Foundation. Glaucoma eye-drops prevent vision loss but only if patients use then. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/glaucoma-eye-drops-prevent-vision-loss-but-only-if-patients-use-them.php Acesso em novembro de 2016.
6. Glaucoma Research Foundation. What you can do to manage your glaucoma. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/what-you-can-do-to-manage-your-glaucoma.php Acesso em novembro de 2016.