O dia a dia com glaucoma

O dia a dia com glaucoma

15/05/2017

Alguns pacientes com glaucoma apresentam perda significativa da visão, o que dificulta algumas atividades diárias. Com a ajuda de um especialista em baixa visão (oftalmologista), você pode aprender novas habilidades para compensar sua visão limitada, como usar lupas para ajudar com tarefas comuns e obter dicas sobre como mudar seu ambiente.

  • No trabalho. A boa comunicação com seu empregador ou supervisor é uma obrigação. Deve-se esclarecer sobre a doença, em qual estágio se encontra e quaisquer necessidades adaptativas necessárias para garantir que as acomodações adequadas sejam realizadas.1
  • Segurança em casa. Os ambientes domésticos podem ser modificados para torná-los mais seguros. Deve-se identificar locais que oferecem riscos para quedas e ferimentos, como escadas sem corrimãos ou iluminação inadequada. Os tapetes podem ser removidos ou protegidos com apoio antiderrapante, e os pacientes podem se beneficiar de barras de apoio ou cadeiras de chuveiro no banheiro.2,3
  • Dirigindo. O glaucoma pode causar uma série de problemas de visão, tais como perda de sensibilidade ao contraste, problemas com brilho e sensibilidade à luz. Algumas lentes coloridas podem ser utilizadas para bloquear o brilho das luzes fluorescentes. No entanto, todos devem experimentar para ver o que funciona melhor em circunstâncias diferentes (dias mais claros ou dias nublados). Pergunte ao seu oftalmologista para obter mais informações sobre as lentes. Se você estiver tendo problemas para dirigir, mantenha-se seguro e peça a um amigo ou familiar para ser o motorista.4,5
  • No avião. As pessoas com glaucoma geralmente podem voar sem qualquer problema. As cabines em aviões têm uma pressão atmosférica controlada, o que compensa a queda na pressão quando o avião atinge altitudes mais altas. No entanto, pacientes com glaucoma com problemas avançados que voam com frequência devem consultar o oftalmologista.5
  • Aspectos emocionais. Além de cuidar da sua saúde física, é igualmente importante prestar atenção nos aspectos emocionais e psicológicos de ter esta doença. Compartilhar sentimentos sobre viver com uma condição de saúde crônica pode ser útil e reconfortante.6

Referências

1. Glaucoma Research Foundation. Glaucoma in the workplace. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/glaucoma-in-the-workplace.php Acesso em novembro de 2016.
2. Glaucoma Research Foundation. Getting help if you have low vision. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/getting-help-if-you-have-low-vision.php Acesso em novembro de 2016.
3. The Discovery Eye Foundation. 7 tips for living with glaucoma. Disponível em: http://discoveryeye.org/7-tips-for-living-with-glaucoma/ Acesso em novembro de 2016.
4. International Glaucoma Association. Driving and glaucoma. Disponível em: http://www.glaucoma-association.com/about-glaucoma/living-with-glaucoma/driving-and-glaucoma Acesso em novembro de 2016.
5. Glaucoma Research Foundation. Glaucoma and driving. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/glaucoma-and-driving.php Acesso em novembro de 2016.
6. Glaucoma Research Foundation. Daily life with Glaucoma. Disponível em: http://www.glaucoma.org/treatment/daily-life.php Acesso em novembro de 2016.