Conheça histórias de quem vive com a DPOC

14/11/2017

Conheça histórias de quem vive com a DPOC

Se você também se assustou quando recebeu o diagnostico da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), é sempre bom saber que é possível viver bem com a DPOC, desde que você receba cuidados e tratamento adequados. É o que contam Adalberto e o Marco Antônio no vídeo abaixo.

Apesar de não ter cura, o tratamento correto da DPOC evita a progressão da doença e melhora sua qualidade de vida.1 Hoje já existem tratamentos que te ajudam a respirar melhor, inclusive no difícil período da manhã, quando os sintomas são piores2, afetando a realização das atividades durante o resto do dia.3

Entre as medidas mais importantes para combater a DPOC está largar o cigarro.1

“Comecei a fumar mais ou menos com a idade de 15 anos, por simples prazer, por divertimento, né? Certamente hoje, eu já não fumaria, baseado nos conhecimentos que se tem sobre os malefícios do cigarro”, contou Marco Antônio Campello, de 64 anos, que também está reaprendendo a viver com a DPOC.

“Tem muita coisa que eu modifiquei, até meus hábitos alimentares, a minha maneira de ver o mundo”.

– Marco Antônio Campello, 64 anos

 





Para Adalberto Mitri, conviver com a DPOC já entrou em sua rotina. Mas ele revela que se cansa fácil, e que tem coisa que realmente deixou de fazer.

“Eu sou corintiano, eu quero ir no Itaquerão, só que eu não vou, porque o metro fica (…) a 1 quilometro e eu vou ter que andar aquela rampa toda… Eu não vou, porque eu canso”, explica ele. Por outro lado, ele conta que parar de fumar é muito mais fácil do que parece.

“Eu costumo falar para todos os fumantes que é muito mais fácil para de fumar do que a gente pensa que é quanto a gente está fumando”.

– Adalberto Mitri, 65 anos

Assista ao vídeo acima e conheça a história toda do Marco Antônio e do Adalberto!

Confira nossas dicas para viver bem com DPOC e saiba também onde buscar ajuda para combater a doença pulmonar obstrutiva crônica.


Referências

1. Associação Brasileira de Portadores de DPOC. Disponível em: http://www.dpoc.org.br/perguntas-frequentes Acessado em 02/06/2017.
2. Partridge MR, Karlsson N, Small IR. Patient insight into the impact of chronic obstructive pulmonary disease in the morning: an internet survey. Curr Med Res Opin. 2009;25:2043–2048.
3. O’Hagan P et al. The impact of morning symptoms on daily activities in chronic obstructive pulmonary Disease. Cur Med Res Op. 2014; 30(2):301–314.

Veja mais em: Qualidade de vida

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver mais
Ver mais

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados