HIPOglicemia vs. HIPERglicemia

HIPOglicemia vs. HIPERglicemia

O diabetes tipo 2 é caracterizado por altas taxas de glicose no sangue, chamada de hiperglicemia. Apesar do excesso de glicose no sangue ser prejudicial à saúde em longo prazo, a glicose é fonte de energia para o corpo humano e níveis abaixo do normal (hipoglicemia) também podem ser bastante perigosos.1

Saiba diferenciar hipoglicemia da hiperglicemia:

diferença entre hiperglicemia e hipoglicemia

“Existem medicamentos ainda disponíveis no mercado que podem causar ou aumentar o risco da hipoglicemia. Por isso, a partir do momento do diagnóstico, é importante que o paciente saiba o que é a hipoglicemia e saiba reconhecer seus sintomas. Sempre que possível, recomendamos que o paciente faça os testes para confirmar se tem ou não hipoglicemia, e tome as medidas necessárias para corrigir esse quadro.”
Dr. Luiz Alberto Andreotti Turatti, Doutor em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina da USP, Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes e Presidente Eleito da Sociedade Brasileira de Diabetes. – CRM SP 82009

crises_de_hipoglicemia

Atenção às crises de hipoglicemia

Se você tem diabetes ou tem um amigo ou familiar que convive com a doença, é importante conseguir identificar e saber o que fazer em caso de crises de hipoglicemia. As pessoas com diabetes devem comunicar aos amigos e familiares como se sentem quando estão com os níveis de glicose abaixo do normal (caso saibam) e o que necessitam nessas ocasiões.1

Pessoas com diabetes tipo 2 que passam por crises frequentes de hipoglicemia devem procurar o médico e relatar este sintoma. Pode haver necessidade de ajustes ou mudança no tratamento.1 Tratamentos mais modernos oferecem controle dos níveis de glicose no sangue sustentado ao longo do dia (por até 24 horas), evitando a ocorrência das crises de hipoglicemia.

Os sintomas de hipoglicemia podem variar entre pacientes, e incluem:1

  • fome;
  • tremedeiras;
  • suor excessivo (inclusive durante o sono);
  • tonturas;
  • sono;
  • confusão
  • nervosismo/ ansiedade;
  • dificuldade para falar;
  • fraqueza.

Assim que um paciente sentir que está com hipoglicemia, o mais recomendado é fazer a medição dos níveis de açúcar no sangue, através de equipamentos de automonitorização, por exemplo. Se os níveis estiverem abaixo de 70 mg/dL, eles devem imediatamente ingerir alimentos que elevem os níveis de açúcar no sangue, como porções de açúcar ou mel, doces, bebidas com açúcar ou leite.1


Referência

1. Site do National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK), do National Institutes of Health (NIH). Disponível em http://diabetes.niddk.nih.gov/dm/pubs/hypoglycemia/index.aspx#cause. Último acesso em maio de 2015.
2. Site do National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK), do National Institutes of Health (NIH). Disponível em http://diabetes.niddk.nih.gov/dm/pubs/riskfortype2/index.aspx. Último acesso em maio de 2015.
3. Site WebMD. Disponível em http://www.webmd.com/diabetes/news/20100827/diabetes-has-an-impact-on-sex-life. Último acesso em maio de 2015.

Veja mais em: Diagnóstico e tratamento

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados