Gordura: vilã ou mocinha?

Gordura: vilã ou mocinha?

O nosso corpo necessita de muitos nutrientes e vitaminas para seguir firme na rotina. Por isso, é superimportante encaixar no cardápio todos os grupos alimentares. Inclusive a gordura, afinal de contas, ela é necessária para a síntese de hormônios no organismo, além de constituir membranas celulares, contribuir no sistema imunológico, entre outros.1

Mas nem todas as gorduras são capazes de trazer tantos pontos positivos. Exatamente por isso, grande parte das pessoas tem receio em consumi-las. Uma das gorduras mais perigosas (tanto para quem tem diabetes quanto para quem não tem) é a saturada.1

Isso porque, se ingerirmos de forma excessiva, ela pode aumentar os níveis de colesterol no sangue, elevar a pressão arterial, o que contribui para o maior risco de doenças cardíacas. E como pessoas com diabetes tipo 2 têm mais chances de ter problemas no coração, o ideal é restringir o consumo da gordura saturada.1

Alimentos proibidos

alimentos-proibidos

Mas onde encontramos essa substância do mal? Em banha de porco e carne de porco salgada, mortadela, salsichas, bacon e produtos lácteos ricos em gordura, como queijo gordo, creme, sorvete, leite integral e creme azedo.1

Independente se você tem ou não diabetes, o ideal é que menos de 10% das calorias que consumimos por dia venha da gordura saturada. Para a maioria das pessoas, isso equivale a cerca de 20 g de gordura por dia. Mas não vá pensando que esse valor é alto, afinal de contas, 2 fatias (30 g) de queijo, por exemplo, pode ter 8 g de gordura saturada.1

Além disso, adultos sedentários podem necessitar de menos quantidade de gordura. Por isso, o ideal é consultar o seu médico ou nutricionista para que eles indiquem o valor ideal.1

Gordura trans

gorduras-trans

Presente principalmente em alimentos industrializados, como biscoitos, hambúrguer, batata frita, etc, a gordura trans é uma das responsáveis pelo epidemia de obesidade no mundo. A justificativa é que, com o passar dos anos, as pessoas passaram a ter hábitos cada vez mais sedentários e a consumir lanches rápidos – repletos de gordura trans –, e isso aumentou os casos de Síndrome Metabólica, doença causada pela união de diversos outros problemas, como a obesidade e o diabetes tipo 2.2 (link matéria sobre Síndrome metabólica – DM2)

Não existe uma quantidade máxima de ingestão para a gordura trans (o melhor é evita-la, sempre). Portanto, a dica é procurar os alimentos isentos desse elemento, como o óleo de oliva, semente de girassol e óleo de soja.2

Gorduras saudáveis

alimentos-saudaveis

Começamos pela monoinsaturada, que contribuem na redução do colesterol ruim (LDL). Bons exemplos de alimentos ricos nessa gordura são: abacate, óleo de canola, amêndoas, castanha de caju, nozes e amendoim, azeite e azeitonas.1

Uma boa dica dada pela Associação Americana de Diabetes para incluir mais gorduras monoinsaturadas na sua dieta é substituir a manteiga pelo óleo de oliva ou de canola na hora de cozinhar. Ou então, polvilhar nozes e sementes de girassol na salada ou iogurte, por exemplo, ajuda a incluir o nutriente na alimentação.1

Só fique alerta, pois as oleaginosas são ricas em calorias, portanto, devem ser consumidas com moderação e sempre seguindo as orientações de seu médico ou nutricionista.1

Gordura poliinsaturada

gordura-poliinsaturada

Essas também são bastante saudáveis, por isso, é importantíssimo coloca-las em sua dieta. As principais fontes dessa gordura são: óleo de milho, óleo de algodão, óleo de cártamo, óleo de soja, óleo de girassol, nozes e abóbora ou sementes de girassol.1

Agora você já sabe quais gorduras colocar e quais retirar do seu cardápio. E lembre-se de conversar com seu médico para saber qual a melhor maneira de incluir esses alimentos no dia a dia.1


REFERÊNCIAS

1. Site da American Diabetes Association. Disponível em http://www.diabetes.org/food-and-fitness/food/what-can-i-eat/making-healthy-food-choices/fats-and-diabetes.html?referrer=https://www.google.com.br/?referrer=http://www.diabetes.org/food-and-fitness/food/what-can-i-eat/making-healthy-food-choices/fats-and-diabetes.html?referrer=https://www.google.com.br/. Última visualização em 24 de agosto de 2016.

2. Site da American Diabetes Association. Disponível em http://www.endocrino.org.br/o-que-sao-gorduras-trans/. Última visualização em 23 de agosto de 2016.

Veja mais em: Qualidade de vida

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados

Ver Mais +
Ver Mais +