Entenda o exame de curva glicêmica

Entenda o exame de curva glicêmica

Esteja você com diabetes ou não, é preciso realizar, pelo menos uma vez por ano, o check-up. Com isso, o médico consegue fazer uma espécie de mapa sobre a sua saúde. Entre os vários exames, existe um em específico que vamos abordar nessa reportagem: o da curva glicêmica.1

Também chamado de teste oral de tolerância à glicose, ele mostra de que maneira o açúcar atua no sangue após a ingestão de determinados alimentos. Além disso, também apresenta a velocidade em que os carboidratos são consumidos.1

Procedimento do exame

Os médicos indicam que o teste de curva glicêmica seja realizado em jejum de 10 a 12 horas. Também é recomendado que o paciente não tenha feito nenhum tipo de atividade física ou fumado antes do exame. Já o consumo de água está liberado.1

De acordo com o pedido médico, o teste pode durar até seis horas. Isso porque vai depender da quantidade de amostras de sangue que serão colhidas.1

Então, para quem ficará esse tempo realizando o exame, saiba que o procedimento funciona da seguinte maneira: Primeiro, é feito a coleta de sangue para medir a glicemia em jejum e, logo em seguida, é dado uma dose de um xarope açucarado.1

Passado cerca de uma a três horas (dependendo da indicação médica), coleta-se pequena quantidade de sangue. Durante o exame, é necessário ficar de repouso. A partir daí, é feita a leitura de todo o teste e o médico indicará, ou não, a existência de pré-diabetes ou diabetes. No resultado final, a curva glicêmica é dita baixa, se o açúcar chegar de forma lenta ao sangue. Caso contrário, é apontado curva glicêmica alta, e a atenção é redobrada, pois pode-se apontar o surgimento do diabetes tipo 2.1

Portanto, esteja sempre em dia com todos os seus exames. Além de consultar, constantemente o seu médico.1


REFERÊNCIA

1. Site Abc Med. Disponível em: http://www.abc.med.br/p/diabetes-mellitus/801374/curva+glicemica+como+e+este+exame+quando+deve+ser+feito+quem+deve+fazer.htm. Última visualização em: 21 de julho de 2016.

Veja mais em: Diagnóstico e tratamento

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados

Ver Mais +
Ver Mais +