De olho na carga glicêmica

De olho na carga glicêmica

Você já aprendeu aqui o que é o Índice Glicêmico e a sua importância na hora de escolher os alimentos que entrarão no cardápio. Agora é a vez da Carga Glicêmica. De acordo com informações pesquisadas no site da Sociedade Brasileira de Diabetes, carga glicêmica (CG) nada mais é do que o indicativo da quantidade e da qualidade do carboidrato presente na porção do alimento ingerido.1

A carga glicêmica reúne o conteúdo de carboidrato e seu índice glicêmico para dar uma estimativa mais precisa de quanto isso vai afetar o nível de glicose no sangue. Então, depois de identificar o IG de um alimento e o teor de carboidratos sobre a porção que pretende comer, fica bem fácil chegar à CG.2

O cálculo é simples: multiplica-se o valor de índice glicêmico pelo número de gramas de carboidratos e divide por 100. Por exemplo, 1 xícara (chá) de cenouras cozidas tem cerca de 10g de hidratos de carbono e o seu índice glicêmico é 49. No cálculo: 49 (IG) x 10g (hidrato de carbono) / 100 = 4,9.2

Isso significa que essa quantidade de cenouras cozidas tem baixa carga glicêmica, já que a classificação indica baixa CG quando for menos de 10, media CG entre 11 e 19 e alta CG quando for acima de 20.1

Reduza a glicemia dos alimentos

Para conseguir diminuir a carga glicêmica do cardápio, evitando os picos de glicemia (e futuros problemas com diabetes tipo 2), o ideal é escolher alimentos ricos em carboidratos com um médio ou baixo índice glicêmico, em vez daqueles com alto índice glicêmico. 2

Com essa baixa na carga glicêmica, é possível perceber diferenças nos níveis de glicose no sangue, controle do peso e prevenção de doenças cardíacas. Portanto, se você quer ganhar ainda mais saúde ao controlar ou evitar o desenvolvimento do diabetes tipo 2, o melhor é ficar de olho na carga glicêmica dos alimentos. 2

E lembre-se sempre de procurar o seu médico e nutricionista para que eles montem o melhor plano alimentar de acordo com o seu estilo de vida. Só assim os resultados terão garantia.

 


REFERÊNCIA

1. Sociedade Brasileira de Diabetes. Disponível em http://www.diabetes.org.br/colunistas/96-dra-gisele-rossi-goveia/1267-indice-glicemico-ig-e-carga-glicemica-cg. Última visualização em 22 de junho de 2016.

2. Diabetes Self-Management. Disponível em http://www.diabetesselfmanagement.com/nutrition-exercise/meal-planning/carbohydrate-counting-glycemic-index-and-glycemic-load-putting-them-all-together/. Última visualização em 22 de junho de 2016.

Veja mais em: Diagnóstico e tratamento

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados