Corrida contra o diabetes tipo 2

Corrida contra o diabetes tipo 2

Como se sabe, o diabetes tipo 2 é uma doença desenvolvida principalmente em adultos que seguem uma rotina de vida muito desregrada, ou seja, que consomem alimentos com baixa qualidade nutricional e não praticam atividades físicas.

Então, para controlar os níveis de açúcar no sangue, e até mesmo como uma forma de prevenção contra o diabetes tipo 2, mudar o estilo de vida é mais do que necessário. E quando o assunto é o exercício físico, que tal investir na corrida?

Isso mesmo! O esporte pode contribuir – e muito – na briga contra a doença. Isso porque exercícios intensos, que exigem mais do sistema cardiovascular, auxiliam na redução de peso mais rapidamente e também melhoram a sensibilidade à insulina, a glicemia em jejum e o perfil lipídico.1

O que acontece é que, ao longo da atividade física, o músculo esquelético necessita de mais glicose, como forma de gerar energia, mantendo o equilíbrio nos níveis de açúcar no sangue. Porém, esse aumento na sensibilidade à insulina, geralmente, não dura mais de 72 horas. Por esse motivo, o treino deve ser regular, em torno de três vezes por semana, totalizando, no mínimo 150 minutos por semana.1

Sem esquecer que a corrida é o tipo de atividade que não precisa de muitos gastos: basta um bom tênis (com amortecimento adequado), roupas leves e de fácil transpiração e um boné, caso vá praticar o esporte ao ar livre.

Cuidados necessários

Mas claro que, antes de adquirir todos esses itens e sair por aí, é preciso conversar com o seu médico para que ele avalie se você está apto a corrida. Afinal de contas, esse esporte em específico exige muito do sistema cardiovascular.2

Portanto, o praticante deve fazer todos os testes possíveis para saber como está o coração e, somente após isso, está liberado. Além disso, outros cuidados também são necessários. Veja a lista preparada pela Comunidade Global de Diabetes:

1) Se você sofre com hipoglicemia, tenha sempre consigo um comprimido de glicose ou bebida açucarada.

2) Leve uma identificação médica, caso vá correr por mais de 1 hora. E também informe algum familiar ou amigo que está indo praticar o esporte.

3) Corra sempre com algum companheiro (amigo ou familiar). Isso evita qualquer acidente, além de ser muito mais divertido.

4) Correr no verão é muito mais gostoso, porém, fique atento para evitar a desidratação. Esteja sempre com uma garrafinha d´água por perto.3

Então, agora é com você: realize os exames necessários e, se sentir interesse pelo esporte, procure orientação de um profissional para dar os primeiros passos por aí nessa corrida contra o diabetes tipo 2.


REFERÊNCIAS

1. Site do Centro de Diabetes Curitiba. Disponível em: http://www.centrodediabetescuritiba.com.br/artigos/papel-da-atividade-fisica-no-tratamento-do-diabetes-mellitus-tipo-2/. Última visualização em: 17 de maio de 2016.
2. Site da Cepeusp (Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo). Disponível em: http://www.cepe.usp.br/?tips=caminhada-ou-corrida-o-que-o-paciente-diabetico-deve-saber. Última visualização em: 17 de maio de 2016.
3. Site do Global Diabetes Community. Disponível em: http://www.diabetes.co.uk/sport/running-with-diabetes.html. Última visualização em: 17 de maio de 2016.

Veja mais em: Qualidade de vida

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados