Testes para o diabetes tipo 2

Testes para o diabetes tipo 2

Sabemos que a doença é silenciosa e, por isso, muitas vezes, a pessoa não tem nenhum tipo de sintomas. Mas o diabetes tipo 2 está lá, se desenvolvendo e quando aparecer, pode ser por conta de algum outro problema. Então, para que isso não aconteça, é preciso estar em dia com as idas ao médico. É lá que ele irá pedir diversos exames para diagnosticar a presença ou não do diabetes tipo 2.

Para você ficar ainda mais por dentro do assunto, listamos os principais exames que detectam os níveis de açúcar no sangue e uma possível doença.

 

  • Teste de glicemia plasmática em jejum: é o exame mais comum para detectar diabetes e pré-diabetes. Ele mede a glicose após, pelo menos, 8 horas sem se alimentar.

Os resultados que apontem a glicemia entre 100 mg/dl e 125 mg/dl indicam o pré-diabetes e as chances de desenvolver o tipo 2 da doença. Já igual ou superior a 126 mg/dl aponta o diabetes.1 e 2

 

  • Teste oral de tolerância à glicose: é feito para medir a glicose sanguínea em duas situações diferentes. A primeira após, pelo menos, 8 horas de jejum e a segunda depois de 2 horas da ingestão de um líquido com 75g de glicose diluída em água. Este teste também é usado para detectar diabetes ou pré-diabetes.

Uma leitura entre 140 e 199 mg / dL, indica pré-diabetes. A marcação igual ou superior a 200 mg / dL depois de duas horas, pode indicar diabetes. 1 e 2

 

  • Teste aleatório de glicose plasmática: análise da glicose no sangue, independente do horário e não leva-se em consideração o tipo de alimento consumido na última refeição. Esse teste, juntamente com a avaliação dos sintomas, é utilizado unicamente para diagnosticar o diabetes. 1 e 2

Portanto, se no exame a glicemia estiver igual ou superior a 200mg/dl e o paciente estiver com os seguintes sintomas, é sinal da doença. Veja quais são os sinais:

Aumento do volume urinário
Sede excessiva
Muita fome
Perda de peso inexplicável
Fadiga
Visão turva
Feridas que demoram para cicatrizar 1

Siga as recomendações

A Associação Americana de Diabetes indica que os exames de rotina para o diabetes tipo 2 seja feita a partir dos 45 anos. Mas, se você tiver casos na família e não seguir uma rotina de vida saudável, o ideal é iniciar antes disso. Se os resultados estiverem normais, o ideal é repetir o teste a cada três anos. Porém, o melhor é sempre procurar o seu médico para que ele aponte o melhor caminho a seguir.2

 


REFERÊNCIAS

1. Site da Sociedade Brasileira de Diabetes. Disponível em: http://www.diabetes.org.br/para-o-publico/diabetes/diagnostico-e-tratamento. Última visualização em: 09 de maio de 2016.
2. Site do Mayo Clinic. Disponível em http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/type-2-diabetes/diagnosis-treatment/diagnosis/dxc-20169894. Última visualização em: 09 de maio de 2015.
* Site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Disponível em: http://www.endocrino.org.br/o-que-e-diabetes/. Última visualização em: 09 de maio de 2015.

Veja mais em: Diagnóstico e tratamento

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados

Ver Mais +
Ver Mais +