Boas dicas para você parar de fumar

Boas dicas para você parar de fumar

Boas dicas para você parar de fumar

Sabemos das dificuldades que é tomar a decisão de largar o cigarro e seguir adiante, dia após dia. Isso porque, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, o tabagismo é uma doença crônica e a maioria dos fumantes – que é dependente de nicotina – necessita de ajuda médica para livrar-se do vício do tabaco.1

Mas, o importante é entender que o fim do vício pode levar a uma grande mudança na qualidade de vida, principalmente em relação ao desenvolvimento de algumas doenças, como o diabetes. Sem esquecer que os portadores da doença citada também correm riscos ainda maiores quando são fumantes.

Por isso, o primeiro passo é procurar a ajuda de um profissional. Também é indicado seguir algumas dicas, que apresentamos a seguir:

1) Entenda que “parar de fumar” é uma decisão definitiva. Portanto, não leve adiante questionamentos como “Por que vou parar de fumar se vou morrer mesmo?” ou “Fulano morreu e nem fumava”. Isso não leva a lugar algum e minam as chances de sucesso.2

2) Faça uma avaliação do seu grau de dependência. A partir daí, entenda se você precisa de ajuda médica ou consegue largar o cigarro sozinho.2

3) Elabore uma estratégia pra que o plano de parar de fumar dê certo. Pense na sua rotina e responda a pergunta: “Será que não fica mais fácil dar o primeiro passo nas férias, longe dos fumantes do trabalho? Ou o melhor é na rotina sobrecarregada da profissão?” Escolha o que é melhor para você. 2

4) Reduza, gradualmente, o número de cigarros consumidos por dia. Isso pode ajudar a amenizar os sintomas da abstinência quando você realmente deixar o cigarro de lado. 2

Uma ótima maneira de fazer isso é assim:

• Redução do número de cigarros. Por exemplo:

Um fumante de 30 cigarros por dia, no primeiro dia fuma os 30 cigarros usuais. No segundo, 25. No terceiro, 20. No quarto, 15. No quinto, 10. No sexto, 5.

O sétimo dia, seria a data para deixar de fumar e o primeiro dia sem cigarros.3

• Adiamento da hora do primeiro cigarro. Por exemplo:

– No primeiro dia começa a fumar às 9 horas;
– No segundo dia, às 11 horas;
– No terceiro dia, às 13 horas;
– No Quarto dia, às 15 horas;
– No quinto dia, às 17 horas;
– No sexto dia, às 19 horas;
– O sétimo dia, seria a data para deixar de fumar e o primeiro dia sem cigarro.3

5) Mude seus hábitos de vida e pratique exercícios físicos. E o mais importante é evitar algumas situações que tenham ligações com o cigarro. Exemplos: happy hour e boates.

6) Tenha sempre por perto as pastilhas e gomas de nicotina. Elas são vendidas sem prescrição médica e devem ser encaradas como uma substituição ao cigarro.2

Pronto! Agora é com você. Força e perseverança, sempre. A sua saúde agradece!


REFERÊNCIAS

1. Site da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT). Disponível em: http://sbpt.org.br/espaco-saude-respiratoria-tabagismo/. Última visualização em: 20 de abril de 2016.
2. Site da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH). Disponível em: http://www.sbh.org.br/geral/noticias.asp?id=126. Última visualização em: 20 de abril de 2016.
3. Site da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Disponível em: http://www.sbccp.org.br/?page_id=380. Última visualização em: 20 de abril de 2016.

Veja mais em: Qualidade de vida

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver Mais +
Ver Mais +

Conteúdo

Relacionados|Mais lidos

saiu na mídia

Conteúdos Relacionados