Como lidar com câncer de mama? Vida sexual, trabalho, filhos…

Como lidar com câncer de mama? Vida sexual, trabalho, filhos…

25/01/2017

O diagnóstico de câncer de mama metastático geralmente tem um grande impacto tanto na vida da paciente como na vida de seus familiares. É comum que as pessoas sintam medo, raiva, tristeza e não saibam como lidar. Mas com o tratamento adequado, o apoio da equipe médica e de familiares, as pacientes com câncer de mama metastático podem viver mais, sentir-se melhor e mais produtivas.1,2

Separamos algumas dicas!

Vida Sexual

O tratamento do câncer de mama avançado pode provocar a perda da libido, secura vaginal e outros sintomas que atrapalham a relação sexual. Porém, é possível driblar essa barreira! O ideal é que a mulher seja bastante sincera com seu parceiro em relação aos seus sentimentos e sensações. O médico poderá indicar técnicas que facilitem a superação das dificuldades sexuais e pode prescrever medicamentos para combater os efeitos colaterais do tratamento. Além do médico oncologista, é aconselhável buscar um psicólogo ou um terapeuta sexual capacitado para a orientação específica para o seu problema.3,4

Trabalho

O impacto de um diagnóstico de câncer de mama avançado sobre a vida profissional pode variar de pessoa para pessoa. Para algumas pessoas o trabalho pode trazer alguma distração e conforto. Nesse caso certifique-se de comunicar seu supervisor, verificar a possibilidade de horários flexíveis e contar com o apoio de algum colega. Outras pessoas decidem que precisam se concentrar totalmente no tratamento e decidem se afastar do trabalho.3,5-6 Independentemente de qual for o seu caso, busque ter a família do seu lado para apoiá-la em qualquer decisão, e comunique também seu médico, para que ele possa, na medida do possível, alinhar suas demandas diárias ao seu plano de tratamento.

Familiares e amigos

Dificilmente conseguimos prever a reação de um amigo ou familiar diante de um diagnóstico de câncer de mama avançado. Muitos estarão lá para “o que der e vier”, mas alguns podem se afastar por não saber como lidar com a situação. Caso isso aconteça, tente não levar para o lado pessoal. Amigos e familiares também podem precisar de algum tempo para processar os sentimentos.1,3

Vida afetiva

O diagnóstico de câncer de mama metastático pode afetar os relacionamentos de várias formas. O medo, a raiva, mudanças nas rotinas diárias, as pressões financeiras e mudança de papéis dentro da relação podem desencadear problemas interpessoais. Por isso é muito importante que os casais mantenham conversas francas. Se ainda assim problemas de relacionamento persistirem, procure ajuda de um assistente social ou um terapeuta de casais.1,3

Gravidez

Algumas situações impedem pausas no tratamento de câncer de mama avançado, como quando a doença está progredindo rápido ou quando o câncer causa dor. Mas se você desejar engravidar e o câncer estiver estável, seu médico pode interromper o tratamento ou atrasar o início do tratamento para que você possa ter filhos. Você também pode engravidar e continuar com certos tratamentos. Alguns estudos sugerem que as mulheres que receberam quimioterapia durante a gravidez com precauções para proteger o feto, tiveram bebês com desenvolvimento normal. Converse com seu médico sobre suas opções.7

 


Referências
1.Instituto Oncoguia. A importância do apoio familiar durante o tratamento de câncer de mama avançado. Disponível em http://www.oncoguia.org.br/conteudo/a-importancia-do-apoio-familiar-durante-o-tratamento-do-cancer-de-mama-avancado/6339/823/. Acesso em novembro de 2016.
2. Living Beyond Breast Cancer. Get support. Disponível em http://www.lbbc.org/get-support. Acesso em novembro de 2016.
3. Canadian Breast Cancer Foundation. Metastatic Breast Cancer Book. Disponível em http://support.cbcf.org/wp-content/uploads/MetastaticBreastCancerBooklet1.pdf. Acesso em novembro de 2016.
4. Instituto Oncoguia. Sexualidade x câncer de mama avançado. Disponível em http://www.oncoguia.org.br/conteudo/sexualidade-x-cancer-de-mama-avancado/6341/823/. Acesso em novembro de 2016.
5. Living Beyond Breast Cancer. Breast cancer and workplace. Disponível em http://www.lbbc.org/learn/living-breast-cancer/job-and-financial-concerns/breast-cancer-and-workplace. Acesso em novembro de 2016.
6. Breast Cancer Organization. Breast cancer and your job. Disponível em http://www.breastcancer.org/tips/your_job. Acesso em novembro de 2016.
7. Living Beyond Breast Cancer. Fertility and metastatic breast cancer. Disponível em http://www.lbbc.org/learn/types-breast-cancer/metastatic-breast-cancer/living-metastatic-breast-cancer/fertility-and. Acesso em novembro de 2016.